FAÇA ALGO A RESPEITO DO QUE VOCÊ SENTE



“Quando estou desanimada ou angustiada com alguma coisa eu geralmente implico com meu marido ou dou um jeito de brigar com alguém.”

“Quando estou nervosa, fico mal humorada.”

“Quando estou ansiosa com algo que sei que vai acontecer, eu me ocupo com várias atividades e trabalho.”

O que isso significa?
Tem coerência entre o que você sente e o que você faz para aliviar o sentimento ou desconforto?

Comportamentos que NÃO RESOLVEM o desconforto:

NEGAR o desconforto
(fingir que ele não existe).XAGERAR o sentimento
(quando está com raiva envolver-se em situações de maior conflito para poder manifestá-la na ira ou quando com medo escalar a ansiedade em comportamentos de tiques, por exemplo).

SUBSTITUIR o sentimento por outro mais fácil pra você
(algumas pessoas substituem tristeza por raiva, como na primeira frase acima, o que pode ser mais fácil do que sentir uma tristeza nunca antes “ouvida”).

ESPERAR QUE O OUTRO PERCEBA do que você precisa
(a expectativa de que o outro perceba sua dor e faça algo por você é infantil e ineficaz.
Você é responsável pelo que você sente.
Você pode fazer algo a respeito de suas próprias necessidades).

Quando há um comportamento distorcido em relação à sua necessidade real, há uma grande chance de que a resposta do outro diante do seu comportamento NÃO LHE RESPONDA. Assim, você tende a confirmar pensamentos como : “tenho que fazer tudo sozinho(a) mesmo”, “ninguém me ouve”, “não posso confiar em ninguém” etc.

Na Maratona de Emoções trabalharemos para que você se responsabilize por si mesmo e assuma as rédeas sua própria vida!

Vamos com a gente?

Simone Martins e
Virgínia Guerra

(34) 99971-8942
(34) 98876-3338

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *